segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Time After Time









Quando eu não possuir mais forças,e o mundo estiver sobre os meus ombros,quando nada mais fizer sentido,quando a vida me castigar,quando dormir e não acordar o meu maior desejo será...
Olhar para ti...
Apenas olhar...
e então vou peceber que as forças não acabaram eu apenas as esqueci,que o mundo é leve como uma pena e que ele tem mais medo de mim do que eu dele, vou perceber que é preciso procurar dentro do meu interior o sentido das coisas, vou perceber que a vida não me castiga apenas me dá uma boa lição...
vou perceber que tu és a unica força que eu possuo...

1 comentário:

mário disse...

O teu filho/a vai-se emocionar quando poder ler tudo o que lhe dedicas. E se bem te conheço os teus diários devem de estar cheios de doces poesias dedicadas a ele\a!
Nós amamos-te!