segunda-feira, 29 de setembro de 2008

By Your Side






talvez eu quisesse ser o teu lado mais bonito
a parte da tua história mais repleta, plena
a coisa mais certa
de uma forma tão serena, tão doce
mas que ao mesmo tempo fosse
selvagem e obscena, violenta até.

que o ódio está sempre contido na paixão
e se eu tenho uma paz toda que me enfeita
trago uma casa suspeita dentro do coração

trago um crime que cometi ou que vou cometer
e jogo contra mim, jogo contra ti
vivo do perigo de te fazer enlouquecer
no eterno dilema de ser e não ser
ando na beira do que pode acontecer
e morro de medo de te perder.

2 comentários:

nuno disse...

Isto é dedicado ao pai ou ao filho?!?

Mário disse...

Não sei se é pela música ou se é porque o poema é mais k um poema mas de repente paraceu-me estar ao pé de ti!!!! Quantas saudades das nossas conversas tão intensas , das tuas gargalhadas e do teu sorriso...k inveja tenho do teu futuro filho pois ele mais do que ninguém sabe o que pulsa dentro de ti! Milhões de beijos doce piri!