domingo, 1 de fevereiro de 2009

Apenas um pensamento....




Um dia parei para meditar sobre coisas das quais respostas ninguém pode me dar. Pois são coisas que estão dentro de cada um de nós e temos que encontrá-los sozinhos. Coisas que os olhos não vêem, mas o coração enxerga. O ouvido não escuta, mas o coração ouve. Que a boca não fala, mas o coração diz. Coisas que o tacto e o olfacto não sentem, mas o coração sim. Estou a falar de qualidades do interior, tipo: carácter, dignidade, humildade e sinceridade etc. Essas coisas são qualidades fundamentais que todos nós temos que ter para encontrar a chave da felicidade que abre a porta daquilo que todos nós mais queremos encontrar que é o nosso verdadeiro amor.
Muitas pessoas perguntam: “O que é o amor?” “E como eu faço para encontrar o meu verdadeiro amor?” E também tem muitas pessoas que nem acreditam que o amor existe, pois estão cansados de procurar e não achar nada. É uma pena que essas pessoas tentem achar o amor nas coisas superficiais. Eu acredito profundamente no amor e sei que todos nós temos a capacidade de amar e de ser amado. Porque o amor está dentro de cada um de nós. E é por isso que existem muitas pessoas, que não acreditam que vão encontrar o verdadeiro amor. Mas o amor é uma coisa para se sentir. É vista de dentro para fora, não de fora para dentro. Porque o amor não é encontrado em objectos, dinheiro, ou boas aparências. O amor esconde-se dentro de mim, dentro de vocês, dentro de todos nós. E, somente quando sentimos que alguém gosta profundamente de nós como somos por dentro e por fora aceitando todos os nossos defeitos e as nossas qualidades sem nenhum interesse material ou superficial é que teremos a certeza que encontrámos a chave da felicidade, abrimos a porta e lá é que está aquilo que tanto procurávamos, o sentimento mais puro e verdadeiro: o amor. E quando o encontramos é que nos damos conta que demorámos muito para achar o que sempre esteve dentro de cada um de nós. E ele é um sentimento comparado com o vento, não podemos ver, mas podemos sentir.
Lembrem-se: nunca deixem de acreditar no amor, pois pode estar mais perto do que vocês pensam, e quando pensarem em desistir na busca da vossa alma gémea não tenham medo de ficarem sós, isso nunca irá acontecer porque no momento certo irá aparecer alguém que há algum tempo tem vocês na mente e no coração e nunca se revelou com medo de receber um não. Nessa hora vocês vão descobrir que não precisavam de ir a nenhum lugar para encontrar o seu verdadeiro amor. Pois ele está dentro de cada um de nós.

1 comentário:

nuno disse...

Aprendi que não posso exigir o amor de ninguém...
Posso apenas dar boas razões para que gostem de mim...
E ter paciência para que a vida faça o resto...
William Shakespeare