sábado, 17 de maio de 2008

Aos que passam nas nossas vidas




Cada um que passa pela nossa vida passa sozinho...
Porque cada pessoa é única para nós,
e nenhuma substitui a outra.
Cada um que passa pela nossa vida passa sozinho,
mas não vai só...
Levam um pouco de nós mesmos
e nos deixam um pouco de si mesmos.

Há os que levam muito,
mas não há os que não levam nada.
Há os que deixam muito,
mas não há os que não deixam nada.

Esta é a mais bela realidade da vida...
A prova tremenda de que cada um é importante
e que ninguém se aproxima do outro por acaso...

3 comentários:

Beto disse...

Antes de mais obrigado pelos comentários simpáticos...
A Nélia já me tinha dito que o nosso filho fazia anos no mesmo dia do teu sobrinho mais novo... ao que parece foram vizinhas no passado... coincidências da vida ;-)

O teu Blog é diferente... muito... artístico, o que é bom... acho eu !

Escreves muito bem, continua. Virei visita-lo sempre que tiver tempo, assim como espero que me visites no meu blog sempre que possas... e não deixes de deixar um comentário.

Zé-Zé disse...

Durante a nossa vida:

Conhecemos pessoas que vem e que ficam,
Outras que, vem e passam.
Existem aquelas que,
Vem, ficam e depois de algum tempo se vão.
Mas existem aquelas que vem e se vão com uma enorme vontade de ficar...
Charles Chaplin

Tina disse...

Este poema é um pouco do que acontece com a tua pessoa!
És das pessoas mais discretas que conheci até hoje e no entanto és super inteligente ,(ñ sei o k te prende naquela maldita fábrica),bondosa,amiga,companheira e linda...com a alma do tamanho do mundo,sempre com uma palavra de incentivo,compaixão e correcta no tempo certo!
Portanto como vês tb tu és importante para mim e para todos nós e tb tu deixas marcas por quem passas. Só tenho pena que á 10 anos atrás tenhas decidido ir para a Alemanha e deixas-te-nos mais pobres sem a tua presença. Pois essa tua decisão alterou a tua vida e a nossa. No entanto sei que és feliz....
Mtos beijos desta tua amiga e um abraço do Cristovão.